Dia Europeu das Línguas

EDL_Logo

©Council of Europe

Todo ano, no dia 26 de setembro é celebrado o Dia Europeu das Línguas (European Day of Languages). O Conselho da Europa em conjunto com a União Européia dedicaram 2001 como o Ano Europeu das Línguas, a fim de festejar e promover a diversidade linguística na Europa.
O sucesso do evento foi decisivo para que o Conselho determinasse, então, um dia para que essa diversidade fosse celebrada todos os anos.

Pra que um Dia Europeu das Línguas?

1 – Para lembrar a diversidade de línguas da e na Europa. São mais de 200 línguas e dialetos europeus, além das línguas de outros continentes que são utilizadas na Europa.
2 – Para estimular o plurilinguismo. Sem contar com os profissionais que trabalham com idiomas, pessoas que têm um dia-a-dia bilíngue é mais comum do que aquelas que vivem situações monolíngues, ao contrário do que se possa imaginar.

3 – Para ressaltar a importância de preservar as línguas. Estima-se que sejam faladas cerca de 6.000 línguas no mundo, sendo que 90% são línguas com menos de 5.000 falantes. São essas línguas que correm o risco de desaparecem num futuro próximo e muitas delas por falta de estímulo e medidas adequadas de preservação.

Por que falar um monte de línguas?

– A idéia de eleger uma única língua como língua-franca vai ficando cada vez mais de lado. A tendência é que a comunicação aconteça em vários idiomas, nos mais variados níveis de competência.
– As oportunidades para as pessoas que falam duas ou mais línguas sempre são maiores.
– A língua reflete a forma como o mundo é percebido e interpretado. Portanto, aprender uma nova língua significa ver o mundo com outros olhos.
– É difícil e até mesmo incompleto o entendimento de outras culturas sem saber pelo menos um pouquinho da língua original.
– Falar mais de uma língua faz o cérebro trabalhar mais. Essa ‘ginástica’ tem sido apontada por pesquisadores como um fator preventivo de problemas cognitivos em pessoas idosas.

Sprich mit mir!

Sprich mit mir! Sticker

©Council of Europe

‘Fala comigo!’ foi o slogan da campanha de 2003, traduzido em 41 idiomas diferentes. Até hoje ele é usado em forma de adesivos, como esse aí ao lado. Além disso, foi feito um vídeo onde o slogan é repetido em diferentes idiomas.

Há várias atividades e ações, de pequeno e grande porte, programadas para festejar o dia, enfatizando a questão da diversidade linguística.

Vamos comemorar?

Não vamos deixar a data passar em branco, né? Convido você a participar da atividade aqui do blog. Escreva no comentário uma palavra, frase ou expressão que você gosta, indicando em que língua está escrito e o que significa em português. Então, quem começa?

12 Responses to “Dia Europeu das Línguas

  • Spricht Deutsch ist Wunderbar!!!!

    Será que escrevi certo? Lu, sinta-se a vontade para corrigir.
    Beijos,
    Fernanda

  • Aprendi com uma amiga ucraniana como dizer saúde ao brindar e nunca mais esqueci! Aí vai a expressão: Na Zdorov'ya!
    beijão
    Ana

  • Flor… ou seria em portugues ou alemão…
    então escrevo em alemão, ok!!!!
    "Ich lerne Deutsch!!!! "…. rsrsr
    beijos Lu

  • Essa frase tem um significado todo especial, né? 🙂
    Bjs,
    Lu

  • Contribuição em ucraniano?! Muito legal!
    Bjs,
    Lu

  • Que legal ver você por aqui! Tava meio sumidinha… Tudo bem por aí?
    Bem, a intenção principal é compartilhar algo em outro idioma diferente do português, sem inibição, sem se preocupar com correções. Então, peço desculpas, Fernanda, mas não me sinto à vontade para corrigir nenhum comentário desse post. Sua participação (e em alemão) pra mim é mais importante e mais significativa:-)
    Beijo grande,
    Lu

  • Bom, você tem razão…participar é o importante!!!
    Aqui está tudo bem, passei 9 dias muito gostosos aí na Alemanha, estava muito calor. Passamos por Schwäbisch Hall (cidadezinha medieval super charmosa), Freiburg (adorei), Heidelberg(maravilhoso), Saarbrücken (onde vou morar possivelmente a partir de fevereiro/2013). Ah! Não posso esquecer de Frankfurt am Main.
    Gostei muito do país, as pessoas são muito receptivas e cada vez mais tenho certeza que será uma experiência muito legal viver na Alemanha.
    Claro que a língua será o maior problema ou melhor dizendo o maior desafio.
    Olha Lu, treinei muito meu inglês ao longo da viagem.
    Minha filha mais velha está na Universität des Saarlandes fazendo um curso intensivo de alemão, acho que ela vai mesmo fazer o studienkolleg a partir de março, assim se habilita a ingressar em uma universidade alemã e em paralelo alcança o nível da língua exigido para tanto.
    Virou uma carta este comentário, desculpe.
    Beijos,
    Fernanda

  • Que bom que você pegou os dias quentes do verão por aqui. Passear com sol (ou pelo menos sem chuva) é outra coisa, né?
    Tenho certeza que será uma experiência muito bacana para todos vocês. Acho que Studienkolleg é uma decisão acertada. É melhor demorar um pouco mais para entrar na universidade, mas em compensação construir uma base sólida para os estudos futuros.
    Ainda bem que você corrigiu rsrsrs A língua não será um problema, será um desafio e desafios existem pra gente superar 🙂
    Beijos,
    Lu

  • Allt skulle vara lättare om världen talade samma språk.
    Bra helg
    Kramar!
    É interessante essa diversidade de idiomas mas dá um trabalhão!!!
    Tudo seria mais fácil se o mundo falasse o mesmo idioma.
    Bom final de semana
    Abraços!

  • Entschuldige. Palavra alemã que significa "desculpar".
    Tem um significado forte, não é? É tão bonito pedir desculpas, apesar de não ser mais muito comum por aqui, infelizmente.
    Mas o que faz ela ser especial pra mim é a sua sonoridade. Quando comecei a estudar Alemão e encontrei essa palavra, me apaixonei, rs. Tenho a sensação de já ter ouvido essa palavra em algum lugar antes.

    É só comigo que isso acontece?

  • Dessa mensagem toda só consigo decifrar 'språk'. É… dá trabalho, mas é tão legal! 😉
    Bjs,
    Lu

  • Concordo com você: pedir desculpas (sinceras) é muito bonito. Mas antes de pedir é necessário reconhecer que fez algo errado. Talvez esteja faltando o ato de reconhecimento…
    Achei interessante você ter gostado da sonoridade da palavra. Penso que acontece isso mesmo quando a gente começa a estudar um idioma estrangeiro. A gente se apaixona por uma palavra por causa do som.
    Conversando com duas amigas sobre esse assunto, descobri que uma adora falar 'vermelho' e a outra gosta de 'haarukka' (garfo em finlandês). Legal, né?
    Bjs,
    Lu

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *