Rindo dos próprios erros

Acho que o maior bloqueio para quem aprende um novo idioma é o medo de errar. Ninguém acha legal errar: é fato!  Porém, os erros fazem parte do aprendizado. Intimidar-se e ficar esperando pela perfeição pra começar a se comunicar não ajuda muito. Rir dos próprios erros que, com maior ou menor frequência, vão surgir é mais produtivo do que ficar se condenando. A gente não esquece nunca mais aquela situação engraçada que o erro provocou.

Nunca vou esquecer o caso de uma senhora americana, muito distinta, ao visitar uma escola de samba no Rio de Janeiro. Ela ficou encantada com as passistas e a bateria, especialmente com a cuíca. Intrigada, queria saber o que tinha dentro da cuíca pra fazer aquele som. Como sabia falar um bom português, não se intimidou e perguntou bem alto: – Posso ver o que tem dentro da sua cueca? … O que a troca de uma letra não faz!
Eu guardo minhas pérolas em alemão e sempre dou risada quando lembro delas. Imagine só, eu atrasada, querendo pentear os cabelos, não encontro minha escova no banheiro. Corro até a cozinha, todo mundo tomando café e eu pergunto:  – Habt ihr meine Brust gesehen1? Teve gente quase colocando café pra fora pelo nariz!  De manhã logo cedo e eu solto uma pérola dessas. Troquei Bürste (escova) por Brust (peito).

Em alemão, existem prefixos que podem ser adicionados aos verbos, dando-lhes um novo significado. Troque os prefixos ou esqueça de incluí-los quando necessário e veja a confusão que você cria.

Na época da Páscoa, é costume pintar os ovos aqui na Alemanha, né? Tem uma técnica que através de dois furinhos você consegue soprar pra fora a clara e a gema, sem estragar a casca.

Pois bem, cheguei aqui, fiquei animada com a idéia de pintar os ovos (Eier) e decidi experimentar a tal técnica. Sábado de aleluia, a vizinha vem deixar uma lembrancinha pra mim, entra pra tomar um cafezinho, elogia minha decoração com ovos, quer saber se eu mesma tinha feito e tal. Era hora de atacar, lançando minhas pérolas… – Ich habe die Eier geblasen2. Ela ficou meio vermelha. Continue contando que com o primeiro ovo tinha sido difícil, mas que depois foi ficando fácil e divertido. Usei zilhões de vezes a expressão Eier blasen3!

O caso é que o verbo usado para dizer queq soprou a clara e a gema pra fora do ovo é ausblasen. Ou seja, utilizei o verbo sem o prefixo. Fatal! Blasen é soprar, mas na linguagem, digamos, vulgar significa chupar. Depois que a vizinha saiu, uma amiga, que estava em casa lá em casa, corrigiu meu erro e caiu na gargalhada. Só me restou rir junto, né?
____________
1Vocês viram meu peito? 
2Eu chupei os ovos. 
3chupar ovos

6 Responses to “Rindo dos próprios erros

  • Concordo!!!
    oi…
    obrigada pelo carinho lá no blog…adorei!!!
    e sempre estarei aqui lendo suas observações proveitosas…
    beijossss

  • Oi Lu! Obrigada pela resposta sobre a Universidade, aqui é complicado conseguir infos…é tudo muito "espalhado", uma coisa aqui outra ali que contradiz a primeira, sabe como?
    Adorei este post, dei várias risadas com a escova que virou peito. Minha pérolas serão um horror pode apostar. Rssss
    Abraços,
    Fernanda

  • Ana,
    a tinta ainda tá fresca. Espera até secar 😉
    Olha, o sol tá querendo dar as caras por aqui. Espero que por aí também pra vocês curtirem essa cidade linda!
    Beijos

  • Oi, Fernanda
    sei muito bem como é essa salada de informações. Se precisar de ajuda, avise 😉
    Ninguém está livre das pérolas rsrsrs Elas são divertidas! Guarde as pérolas com carinho pra gente trocar depois.
    Beijos

  • kkkkk essa amiga nem pra corrigir antes da vizinha ir embora poxa!!! kkkk

    Esses micos ficam na nossa memoria pra sempre, mas com muito carinho, ne?

    Beijinhos!!

  • Corrigir na hora na frente da vizinha? Minha vergonha teria sido 10 vezes maior!
    Com certeza, são micos memoráveis e educativos rsrsrs
    Beijinhos!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *