Relaxar nas férias?

As férias do semestre de inverno começam hoje para a maioria dos estudantes das universidades de Berlim.  Dependendo da região e da universidade, as datas podem variar, mas entre fevereiro e abril não há aulas.

Esse período de, mais ou menos, seis semanas não é aquilo que se pode chamar de férias,
ou seja, relaxar e curtir. É um período sem aulas, como é indicado nos calendários acadêmicos, mas sempre tem algo relacionado aos estudos para fazer. Esse período é usado para escrever  monografias e se preparar para exames. Alguns estudantes deixam para fazer estágio ou trabalhar durante as férias.

Bom mesmo é quando dá para conciliar compromisso com diversão, por exemplo, um estágio em outra cidade. Às vezes rolam uns trabalhos que pagam pouco mas que podem ser divertidos. Esse foi o caso de um amigo, estudante de Educação Física. Durante quatro semanas nas férias, ele dava aulas de ginástica num camping na Bretanha. Tinha hospedagem e comida garantidas e no tempo vago ainda ia surfar. Isso é que eu chamo de otimização das férias!

Nem todo mundo tem essa sorte.  O curso escolhido influi grande influência sobre o tipo de férias. Em muitos cursos todo o calendário de provas é marcado para acontecer durante o período sem aulas. Nesses casos, a palavra ‘férias’ não é nem um pouco apropriada.

Por fim, tem aqueles que por sorte, organização ou curso escolhido usam as férias para realmente relaxar e curtir.

E você? O que você faz (ou fazia) durante as férias na universidade?

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *